3 de maio de 2014

My Sweet Little Girl - Chapter 04

Dois novos amigos


Narradora Point Of View

   Justin foi embora e SeuNome entrou na escola acompanhada da professora. A menina estava bastante ansiosa e animada por estar ali, mas assim que entrou na sala e viu toda aquelas crianças sentadas com seus coleguinhas e rindo, começou a se sentir triste e tímida. Ela pensava que não conseguiria fazer amizade e que ficaria sem amigos, mas não foi isso que aconteceu.

Professora: Gente, essa é a SeuNome e estará aqui conosco a partir de hoje. Digam oi para ela.

- Oi SeuNome! -disseram todos juntos-

Professora: Pode se sentar.

     SeuNome olhou para a professora e depois direcionou o olhar para as crianças. Todas as crianças já voltaram a fazer o que estavam fazendo, mas tinha duas que ainda olhavam para SeuNome, que parecia bem indecisa do lugar que iria se sentar, já que não conhecia ninguém.

- Vem SeuNome, senta com a gente! -chamou um menininho ruivo-

     E foi isso que ela fez, andou até a mesa aonde o ruivinho e uma menininha loira estavam sentados. SeuNome colocou a mochila no chão e olhou para baixo, já que estava com vergonha de falar alguma coisa. Percebendo isso, a loirinha, que era a mais espontânea daquela mesa, resolveu puxar um assunto.

- Eu sou Taylor e esse aqui é o Ed. Já sabemos seu nome. -sorri de lado- Gosta de desenhar?

SeuNome: Gosto. 

Taylor: Eu gosto de desenhar flores..o que você gosta de desenhar?

SeuNome: Eu não sei..eu gostava de desenhar a minha mamãe. -disse, mas depois se sentiu triste-

Ed: Eu gosto de desenhar ninjas. Sabe, quando eu crescer vou ser um ninja.

Taylor: Quando eu crescer vou ser cantora, e vou ter milhares de fãs atrás de mim. 

Ed: O quer você quer ser quando crescer, SeuNome?

SeuNome: Não sei, ainda não pensei nisso.

Taylor: Não tem problema, com o tempo nós te ajudamos a pensar sobre isso.

Professora: Crianças, hora de desenhar.

- O que vamos desenhar, professora?

Professora: Uma pessoa que vocês gostem. Pode ser daqui da escola ou da casa de vocês.

SeuNome: Pode ser qualquer pessoa mesmo?

Professora: Qualquer pessoa.

    SeuNome olhou para seus amigos e viu que eles já estavam desenhando, pensou em várias coisas que ela poderia desenhar e até começou a desenhar a sua mãe..mas pensou um pouco e resolveu desenhar outra pessoa.


Justin Point Of View

Chaz: Dude, o que aconteceu? Sério, você esta detonado!

Eu: Já disse, me atrasei todo para levar a SeuNome para a escola.

Carly: Então é verdade mesmo essa história da menininha?

Eu: E por que eu mentiria?

       Estávamos todos sentados no chão do pátio da escola. Cada um comendo alguma coisa que tinha levado para o lanche..e eu me atrasei e acabei não comprando nada para mim, então tive que roubar um pouco da comida do Ryan, já que Chaz me mandou ficar bem longe da comida dele.
     As meninas abriram uns potinhos e começaram a comer aqueles biscoitos que são feitos em casa. Vi que Carly e Lucy até pareciam felizes com o que iriam comer. E como um estalo me lembrei da SeuNome. Eu tinha mandado ela para a escola só com um pacote de biscoito e um suco que eu nunca tinha visto na vida. E só para piorar, o biscoito ainda era daqueles sem recheio..sabe, creme craker.

Eu: Hummm..meninas o lanche de vocês está bom?

Lucy: Não vai comer!

Eu: Para de ser chata, eu não quero comer isso!

Carly: Então por que esta tão curioso?

Eu: Só me respondem.

Carly: Okay...sim, meu lanche está gostoso.

Lucy: O meu também. Adoro quando a minha mãe faz biscoitos para mim.

Eu: E..como vocês iriam se sentir se...se só tivessem um biscoito creme craker e um suco qualquer de lanche?

Carly: Ia ficar triste, chateada, nervosa e depois choraria por pensar que ninguém gosta de mim.

Ryan: Só por causa de um lanche?

Carly: Vocês não entendem as garotas. Um lanche quando é feito com carinho nos sentir especiais..mas um lanche simples nos faz sentir..triste

Lucy: É como se a sua mãe fizesse uma coisa especial para todos os seus irmãos e desse uma simples banana para você.

Eu: Você também acha isso, Hannah?

Hannah: Por que quer saber o que eu acho?

Eu: Calma, só estou perguntando! -levantei a mão como se estivesse me rendendo-

Hannah: Sim, eu também acho isso. Para as meninas tudo tem que ser feito muito bem, se não vai nos deixar tristes.

Lucy: Isso, somos bem delicadas e precisamos que as pessoas ao nosso redor fique nos lembrando disso.

Eu: Droga! -bati as mãos na testa-

Ryan: Que foi, cara?

Eu: Eu acho que fiz a maior burrada da minha vida! Como eu pude mandar a SeuNome para a escola só com um biscoito sem graça e um suco que parecia ser horrível?

Lucy: Se prepara para ver a revolta da sua filha. -disse rindo-

     MERDA!! Como eu pude fazer uma coisa dessas? Ela deve estar triste e chateada comigo, aposto que nem vai querer me ver...e aposto que assim que me ver ela vai ficar chateada ou pior..pode até chorar. Não quero que ela fique chateada comigo e nem quero vê-la chorando..espero que ela não ligue para isso e me encontre na porta da escola com um sorriso lindo no rosto.

    Passei a aula toda pensando na SeuNome e pedindo para que ela não tenha ficado chateada. Acho que eu poderia ter comprado um bolinho, não é? Um daqueles de chocolate e um suco de morango daqueles de caixinha. Seria muito melhor do que um biscoitinho merda. Sim, eu odeio aqueles biscoitos, nem sei porque comprei aquele biscoito para ela comer. Ai meu Deus como eu fui idiota!!

       Quando enfim as aulas acabaram e todos saíram da sala, eu resolvi ficar por um tempo. Agora, por que eu ficaria um pouco? Simples, Hannah estava terminando de copiar um trabalho e eu queria muito falar com ela. É aquilo eu já disse, tem alguma coisa nela que me chama atenção. Não sei exatamente o que é, talvez seja só pelo motivo dela não gostar de mim..mas eu sei que eu gosto dela e quero muito conversar com ela e tentar ao menos ser amigo..para depois ir para uma coisa mais séria.

Eu: Oi Hannah. -me sentei ao lado dela- Quer ajuda para terminar?

Hannah: Não entendo como você pode me ajudar. -disse séria-

Eu: Você pode ir entregar esse trabalho antes que o professor vá embora e deixa que eu termino de copiar para você.

Hannah: Você não copiou nem o seu trabalho, por que acha que eu deixaria você copiar o meu?

Eu: Deixa eu te ajudar. Prometo escrever com a melhor letra que eu tiver. -fiz cara de cachorrinho tristonho-

Hannah: Posso saber o porque do seu interesse em me ajudar? -perguntou um pouco mais simpática-

Eu: Só quero te ajudar. Talvez assim você veja que eu não sou uma pessoa tão ruim e resolva começar a falar comigo.

Hannah: Não sou que nem aquelas meninas que correm atrás de você e não pense que só porque está me ajudando que eu vou começar a correr!

Eu: Não quero que você seja que nem elas, assim do jeitinho que você é já esta bom. -sorri de lado, fazendo ela corar- Agora pode ir e deixa que eu continuo copiando para você.

Hannah: Tudo bem. -respirou fundo- 

      Hannah saiu da sala e eu peguei o caderno dela e continuei a copiar da onde ela parou. Da para acreditar que eu conversei com a Hannah? E que ainda por cima fiz ela corar? Acho que essa foi a primeira vez que nós conversamos sem ela me tratar mal e agora parece que tudo faz sentido, ela só não falava comigo porque tinha medo que eu a tratasse como eu trato as outras meninas. Lógico que eu não vou fazer isso, Hannah é completamente diferente das outras, ela é única.

      Depois de um tempinho ela voltou para a sala e eu a ajudei a guardar o material. Fomos andando juntos até a saída da escola e paramos no portão, já que eu iria para um lado e ela para outro. Antes de ir, eu lhe dei um beijo no rosto e disse.

Eu: Tchau Hannah, espero que amanhã você não volte a me tratar mal.

Hannah: Vou tentar não fazer isso. -sorriu bem de leve- Justin, é verdade que essa menininha que você está cuidando é sua filha?

Eu: Não, os meninos que são bem retardados e acham que ela é minha filha. Na verdade a SeuNome é filha de uma amiga da minha mãe e como a mulher deixou ela lá na minha casa, agora eu estou cuidando dela.

Hannah: Você cuidando de uma criança? Isso é bem difícil de imaginar.

Eu: Pois é. Que horas são?

Hannah: São 17:40min.

Eu: Merda, esqueci que tenho que buscar a SeuNome na escola! -disse e sai correndo, mas voltei até a Hannah- Até amanhã?

Hannah: Tudo bem..até amanhã.

     E depois disso eu saí correndo com um sorriso bobo no rosto. A fixa ainda não caiu que eu tinha falado com a Hannah, a única menina que não gosta de mim. Depois de uns segundos eu fui perceber que não deveria estar tão feliz porque eu tinha dado um lanche horrível para a SeuNome e ainda tinha esquecido ela na escola. Pois é, meu dia teve uma parte boa mas também teve uma parte horrível...e essa parte horrível ainda não terminou.

      Assim que cheguei na escola, vi que tinha aquelas mesmas professoras de hoje mais cedo. Elas me olharam e fizeram uma cara preocupada. Franzi a testa e fui andando até elas, ainda tentando recuperar o fôlego.

Eu: Hmmm...olá, vim buscar a SeuNome.

- É sobre ela que vinhemos conversar com você. -disse séria- Ela fugiu.

Eu: Como assim ela fugiu?? Essa escola não é segura?? -gritei nervoso- Como vocês puderam deixar uma criança sair sozinha??

- Nós não vimos ela saindo, só percebemos que ela não estava quando entramos na sala.

Eu: Ótimo, estão cientes que vocês acabaram de destruir com a minha vida, não é?? Como eu vou achar ela agora? -falei enquanto colocava os cabelos para trás-

- Já avisamos para a sua casa, todos já estão sabendo e estão atrás da SeuNome.

Eu: Ótimo! -bufei- Pelo menos isso!

     Por que ela fugiu? Será que ela ficou tão chateada pelo lanche e por eu ter me atrasado que ela resolveu fugir da escola?? Eu sou um idiota mesmo, como eu pude ter deixado ela ir para a escola só com um biscoitinho de merda e ainda me atrasei para ir busca-la na escola??
      Resolvi que não voltaria para casa enquanto no encontrasse a SeuNome, o que significa que eu fiquei correndo por todos os cantos com a mochila do lado..mas nada de encontra-la. Já estava ficando nervoso, me sentei na praça que fica perto da minha casa e fiquei lá, sentado e olhando para os meus sapatos. É Justin, você só faz merda!

     Estava me levantando para ir para casa quando vi uma menininha de longos cabelos cacheados brincando na areia. Fui me aproximando dela e vi que era a SeuNome, que estava com o rosto vermelho e inchado. 

Eu: SeuNome? O que você está fazendo aqui? Te procurei por todos os lados! -disse me ajoelhando em frente a ela-

SeuNome: Justin..cade minha mamãe? Por que ela não vai me buscar na escola ou faz lanche para mim?

Eu: É por causa do lanche que eu comprei? Não precisa ficar triste, juro que amanhã eu faço seu lanche e prometo que chegarei na hora para te levar para casa.

SeuNome: Todos tiveram os lanches feitos pelas mamães..e..

      Antes que ela terminasse de falar, começou a chorar e a soluçar. Eu olhava para ela como se quisesse fazer alguma coisa, mas não sabia o que poderia fazer. Não sei porque mas vê-la chorar me deixou muito triste. Desde ontem que eu não tinha visto ela tão triste, sempre estava sorrindo..e agora ela está chorando tanto que até parti meu coração. Percebi que ela escondia o rosto com as mãos, então a puxei para um abraço apertado.

Eu: Não chora, eu vou começar a fazer seus lanches, prometo que eu também vou te buscar na hora e farei de tudo para não te ver chorar. -disse e percebi que ela tinha parado um pouco de chorar- Somos só nós dois agora e eu cuidarei de você sempre..não precisa chorar.

SeuNome: Promete? -perguntou com uma voz falha-

Eu: Prometo. -abracei ela mais forte e depois lhe dei um beijo no topo da testa-

   Como já estava tarde, peguei SeuNome no colo e fui andando com ela até em casa.
Demorei mais cheguei, e espero que toda a minha demora tenha valido a pena :) Antes que me perguntem, sim, SeuNome e o Justin vão ficar juntos, mesmo que a diferença de idade seja enorme. Claro, vai demorar um pouco mas acho que a espera vai valer a pena. Essa fic é a mais fofa e diferente que eu já escrevi, então aposto que vocês vão adorar o desenvolver dela e também o final (que está muuuito fofo). Bem, espero que tenham gostado desse capítulo e obrigada pelos comentários!

9 comentários:

- Se você leu, por favor comenta!
- Pode dar sua opinião, mais por favor não me xingue!
- Anônimos coloquem o nome de vocês tá?

Espero que você tenha gostado do meu blog!
Espero te ver aqui sempre!!